Antes de adotar

08/12/2009 16:59

 

ANTES DE TER UM ANIMAL, PENSE...

Ter um animal de estimação é um grande passo e um compromisso de longo prazo. Se você já leu os 10 mandamentos da posse responsável de cães e gatos, fez o Teste do Proprietário Responsável e ainda não tomou uma decisão, reflita sobre os pontos abaixo antes de levar um companheiro de quatro patas para casa:

- Ter um animal de companhia é um compromisso sério e duradouro. O tempo médio de vida do cão é de 15 anos podendo chegar a 18! Você pode imaginar-se ao lado do animal depois de quinze ou dezoito anos? Lembre-se que durante este tempo ele será completamente dependente de você para alimentá-lo diariamente, passear com ele, dar o abrigo necessário e levá-lo ao médico veterinário.

- Se você já tiver animais pense na compatibilidade entre eles e se é viável a introdução de desse novo cão em sua casa.

- Todos em sua casa querem ter um animal ou ainda há alguma dúvida? Se um dos membros da família não tem certeza de quer um cachorro, espere um pouco, é muito importante que TODOS aceitem este novo membro da família e verifique se onde você mora é permitido ter animais. Somente adote um cão se você  tiver certeza que ele poderá viver com você.

- A idade mínima aconselhável para uma criança começar a conviver com um animal é de 6 anos. Antes disso, como nem a criança e nem o cão têm muita consciência de sua própria força, ambos podem machucar-se.

Quando houver crianças pequenas em casa, para evitar acidentes, deve-se adotar cães com, no mínimo, seis meses, idade na qual o animal já têm capacidade de fugir de uma situação sufocante ou que os coloque em perigo.

Supervisionar a interação entre crianças e cães é imprescindível em qualquer idade. Deve-se deixar claro para a criança que o animal não é um brinquedo e sim um ser vivo, que sente dor, fica doente e que precisa de atenção e carinho, assim como ela própria.


- Tenha em mente o seu estilo de vida antes de adotar um animal. Para quem vive em apartamento e trabalha o dia inteiro, o cão não é a melhor opção.

Se você não tem espaço ou tempo e o animal ficará preso a correntes ou no canil a maior parte do dia, não adote! Cães precisam de atenção e companhia para que possam manter sua saúde física e psicológica.  Eles são ótimas opções para quem mora em casa com quintal de no mínimo 3mx3m e tem tempo, pelo menos 2 horas por dia para dedicar-se a ele.

- E nas viagens? Você tem alguém de confiança que possa cuidar dele? Conhece um bom hotelzinho? É preciso estar preparado para isso.

-Ter um cão também significa gastar: A manutenção de um animal durante 15 anos custa em média R$ 20.000,00, incluindo as vacinações anuais, ração e uma consulta veterinária anual, Sem contabilizar banhos, eventuais acidentes e doenças crônicas que possam acontecer.

- O seu cão precisará de um treinamento mínimo. Isso irá demandar tempo, paciência e, dependendo do caso, até dinheiro para um adestrador.

- Lembre-se de que o animal ficará idoso e poderá precisar de cuidados e tratamentos especiais. As doenças que mais comumente atingem cachorros velhos são:

  • Insuficiência renal,

  • Insuficiência hepática,

  • Diabetes,

  • Catarata,

  • Artrites e artroses

  • Tumores.    

- Pense nos seus planos para o futuro. Sua vida pode mudar.  Quando você adota um animal ele deve ser levado em consideração e estar incluído nos seus planos de vida.

  • Antes de adotar, planeje a chegada do seu animal e assim que ele chegar em casa, siga os Primeiros Passos.

  • Se você que concluiu que este não é o melhor momento para adotar definitivamente um cão, acha que 15 anos é muito tempo pra se comprometer, mas quer muito ter a companhia de um animal de estimação, você é a pessoa perfeita para ser um lar transitório!

 

 Fonte: Arca Brasil